Prova dura testa os atletas na Etapa Maricá

Maricá recebeu na manhã do dia 15 de julho a quinta etapa do Campeonato Fluminense de Corridas de Montanha. Os atletas mediram força nas montanhas do Espraiado, consideradas as mais duras da competição. No percurso longo, de 22K, a elevação acumulada passou dos 1.000 metros e, apesar da extrema dificuldade, brindou os atletas com um visual ímpar. Vale ressaltar a belíssima estrutura do Horse Center que abrigou a arena da prova.

“Prova muito boa. Dura, subidas pesadas, descidas longas e muito visual bacana. Até agora, acredito que foi a prova mais dura do circuito 2018. Gostei bastante do percurso”, disse Lucas Rocha, primeiro lugar no geral da categoria médio e que lidera o ranking geral do circuito após brilhar também nas etapas Lumiar e Ilha Grande. Nas etapas de Teresópolis e Maromba ele não foi tão bem, mas mesmo assim foi imbatível na sua faixa etária, levando o primeiro lugar nas duas.

Faltando ainda duas etapas Petrópolis (19 de agosto) e Paraty (30 de setembro), ele segue firme rumo ao título. Quem também está na disputa pelo título no final do ano é Theo Moraes, o atleta disputa na categoria até 34 anos.

“Prova sensacional, cenário incrível com muitas montanhas, riachos e uma mata incrível. Cada vez mais apaixonado pelas corridas de montanha e treinando para os desafios que estão vindo pela frente. Consegui o primeiro lugar na faixa etária nessa etapa e fiquei muito feliz. Foi uma prova bem difícil com a trilha muito técnica. Tanto as subidas quanto as decidas eram bem desafiadoras. No final correu tudo bem e foi maravilhoso passar pela linha de chegada e encontrar os amigos”, afirmou ele.

Fábio Galvão, organizador do campeonato, ressalta o aspecto competitivo da prova e a disputa por pontos importantes no ranking, mas lembra que outra característica do trail run e das corridas de montanha é a cooperação e a diversão, buscando a harmonia com a natureza. “Nas corridas de montanha é preciso ser ecologicamente correto, por isso damos na largada e na chegada todo o apoio de hidratação ao atleta, mas no percurso ele deve ser autossuficiente. Nas nossas provas não há pontos de hidratação no percurso”, avisa o organizador.

As inscrições para a próxima etapa, em Petrópolis já estão disponíveis no site.

Resultado Geral

Curto Feminino

1º – Mirian Pereira da Silva – 46:11

2º – Barbara Pugliese – 52:10

3º – Cristiane Xavier – 53:35

Curto Masculino

1º –  Ricardo Moraes – 33:24

2º – Flaviano Marins – 35:32

3º –  Alexsander Menezes – 38:30

 

Médio Feminino

1º – Cláudia Simões – 1:48:59

2º – Cristina Melo – 1:55:25

3º –  Marcia Capucci – 1:57:54

 

Médio Masculino

1º – Lucas da Rocha – 1:19:32

2º – Mateus da Silva – 1:22:00

3º –  Fabio Celso – 1:25:50

 

Longo Feminino

1º – Adriana Rosa – 3:19:22

2º –  Dayana Nascif – 3:29:24

3º – Maria Helena da Silva – 3:38:09

 

Longo Masculino

1º – Gleiciomar dos Santos – 2:17:47

2º – Humberto Santanna – 2:42:40

3º – Agilson dos Santos – 2:44:57